Outro dia estávamos planejando nosso primeiro mochilão, e uma das duvidas que surgiu foi.

Qual a melhor forma de levar dinheiro para o exterior ?

Existem basicamente 04 formas para levar dinheiro para o exterior

  • Dinheiro em espécie
  • Cartão de crédito
  • Cartão de débito
  • Cartão pré-pago viagem

Cada um deles tem suas vantagens e desvantagens; vou listar alguns pontos a serem considerados pois não existe uma resposta correta para esta pergunta; mas sim a melhor solução para sua viagem tendo em vista seus objetivos e seu destino.

Dinheiro em espécie

Entre a principal vantagem de se levar o dinheiro em espécie; é o fato de que o IOF (Imposto sobre operações financeiras), é apenas 0,38%.

A garantia da taxa de câmbio fixo também é uma das vantagens; mas está em trânsito um projeto de lei; onde o câmbio dos Cartões de Créditos também serão fixados no momento da compra, e não na data de fechamento da fatura.

A falta de segurança dependendo do destino que irá realizar é o principal ponto negativo desta forma. Outro ponto a se notar é que dependendo do tempo da viagem; o montante necessário pode ser inviável levar em espécie.

Cartão de crédito

O cartão de crédito ao meu ver, é uma ótima forma para levar dinheiro pois muitas vezes serve como uma “reserva de emergência”.

Em questão de segurança o bloqueio do mesmo é fácil em caso de furto; além de que em alguns lugares pode ser utilizado como um cartão de débito para saque em alguns caixas eletrônicos específicos.

Os principais pontos negativos hoje, são o IOF alto de 6,38% e o câmbio flutuante (esta em trânsito um projeto de lei para mudar isso daí TA OK)

A taxa de câmbio praticada pelos bancos também costumam ter o SPREAD (diferença), que seria o lucro do banco.

Cartão de débito

O Cartão de Débito é uma das formas que se assemelham à levar o dinheiro em espécie; pois enquanto no Cartão de Crédito você pode extrapolar o limite que espera gastar na viagem; no Cartão de Débito você irá utilizar somente o limite da Conta Corrente.

Como ponto negativo assim como o Cartão de Crédito o IOF de 6,38% junto com as taxas pagas no saque são os vilões.

As taxas muitas vezes podem ser fixas por saque, ou um valor percentual do montante sacado.

Cartão pré-pago viagem

E finalmente a forma de pagamento que acredito que irá morrer, hoje o Cartão Pré-Pago tem de vantagem frente ao Cartão de Crédito, é que a taxa de câmbio é definida no momento de compra da moeda.

Mas caso seja aprovado o projeto de lei para alteração do câmbio flutuante do Cartão de Crédito, eu acredito que não irá mais ter uma vantagem nessa forma de levar dinheiro.

Assim como todos cartões o IOF é de 6,38%, trazendo um gasto maior par a viagem.

Conclusão:

Não existe a formula mágica de levar dinheiro para fora, eu costumo sempre levar em espécie em dólar, o ganho de 6,00% em um montante maior faz uma diferença considerável.

Mas em uma viagem de período maior pode ser um grande problema levar todo o capital em espécie.

Espero que este post tenha clareado um pouco sua visão em relação as formas de se levar dinheiro para o exterior.

Até uma próxima se assim Deus nos permitir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *